Covas do Monte

A aldeia de Covas do Monte adormeceu há dois séculos atrás no fundo de um vale encimado pelo Portal do Inferno. E por lá se tem mantido há espera que o mundo se volte a lembrar dela. Lar de um dos maiores rebanhos de comunitários do país, é uma aldeia forjada pelo granito e pelo xisto. Os campos estendem-se em verdura em volta do ribeiro que segue para o rio Paiva, furando pela penedia circunspecta. Vale a pena passar por lá e degustar as maravilhas gastronómicas de sabor a serra e a bucolismo. Subindo pelo antigo trilho chega-se à passagem do Portal do Inferno, de onde esta fotografia foi tirada no dia 28 de fevereiro de 2016. O local oferece vistas vertiginosas sobre os vales envolventes. No passado, quando existia um estradão, fazer a viagem entre Arouca e São Pedro do Sul poderia redundar numa grande aventura. Este dia veio acompanhado por uma neve que vestiu de branco a serra do Montemuro, ao fundo. As nuvens bailavam no céu e criavam desenhos de luz nas encostas da terra.

Covas do Monte

Comentários